Capa / Irlanda / Intercâmbio na Irlanda: encontro online para uma experiência de sucesso
Todos os guias

Intercâmbio na Irlanda: encontro online para uma experiência de sucesso

Entre os destinos mais procurados por brasileiros, o intercâmbio na Irlanda permite que o intercambista estude, trabalhe e ainda viaje pela Europa gastando pouco.

As dúvidas que todo intercambista tem antes de escolher o destino e embarcar para uma aventura no exterior serão respondidas no 1º Congresso Online Intercâmbio de Sucesso (http://intercambiodesucesso.com.br/) que acontece entre os dias 03 e 07 de outubro.

O evento gratuito reúne especialistas em diferentes destinos para falar sobre experiências de estudo, trabalho e voluntariado nos países mais procurados por quem quer aprimorar um novo idioma e explorar novas culturas. “O intercâmbio muda a vida das pessoas e queremos mostras as inúmeras possibilidades dessa experiência para quem sequer pensou em um dia estudar fora”, afirma um dos organizadores do evento, Bruno Fraga.

irlanda

A ideia é oferecer todas as informações possíveis para permitir que o futuro intercambista tenha uma noção bem próxima do real sobre os países e descubra qual deles tem tudo a ver com seu perfil. Assuntos como visto, permissão de trabalho, custo de vida e histórias inspiradoras de quem já esteve nesses lugares fazem parte da programação.

Mario Bortoletto, consultor de intercâmbio e apaixonado pela Irlanda é um dos palestrantes do evento e compartilha dicas essenciais para quem quer atingir bons resultados durante a temporada no exterior. Ele antecipa algumas delas, porque intercambista, para ele, é família. “E o que fazemos com membros da nossa família? A gente cuida. Queremos que o aluno tenha todas as informações para embarcar tranquilo, sem medos ou dúvidas”, complementa.

Dicas para uma experiência de sucesso em seu intercâmbio na Irlanda

Os irlandeses sabem como receber um imigrante, ajudam com orientações nas ruas e são sempre simpáticos. Além disso, a Irlanda é multicultural, reúne pessoas de aproximadamente 200 nacionalidades diferentes. A possibilidade de interagir essas culturas é um dos diferenciais do país que também oferece fácil acesso para viagens pela Europa, com passagens de baixo custo pelas companhias aéreas locais. As oportunidades de trabalho e a facilidade para visto colocam o país em destaque para intercambistas interessados em inglês. Por isso fazer intercâmbio na Irlanda é um excelente investimento.

Ensino

O  estudante precisa cumprir pelo menos 15 horas semanais de aula. Mas vale lembrar que apenas participar da aula não será suficiente para aprimorar o inglês. É importante verificar atividades extras oferecidas pelas instituições de ensino e os projetos de parcerias que permitem que o intercambista viva mais o país – como voluntariados ou estágios.

Documentos no desembarque: organize uma pasta com todos os documentos necessários. A lista deve incluir passaporte (válido até o fim do curso e, preferencialmente, por mais de um ano); carta de matricula da escola; extrato do VTM (Visa Travel Money) ou similar comprovante de dinheiro para manter-se durante a experiência; passagem de retorno ao Brasil; seguro viagem ou seguro governamental e o endereço da acomodação onde ficará alojado na chegada.

Primeiras ações

Logo nos primeiros dias no país, é preciso ir até a escola pegar a documentação que falta (cartas), confirmar horário das aulas, fazer teste de nivelamento de inglês. Comprar um chip de celular para ter um contato telefônico na Irlanda também é fundamental. Com tudo certo, os próximos passos incluem emissão da carteirinha de estudante que será também o cartão do transporte público; escolha de uma moradia fixa e o registro na imigração para retirada do visto com o comprovante de três mil euros para se manter durante o intercâmbio.

Visto

O visto para quem quer estudar inglês na Irlanda é de oito meses para cursos com seis meses de duração. Para isso, brasileiros precisam estar matriculados em uma escola certificada pelo Governo, apresentar seguro saúde, comprovante de pelo menos três mil euros em conta no país. A taxa do visto é de 300 euros.

Permissão de trabalho: com o visto de estudante, chamado stamp 2, o aluno têm permissão para trabalhar 20 semanais durante as aulas e 40 horas semanais  nas férias de verão e fim de ano. Para conseguir o emprego e pagar os impostos, o estudante precisará de um documento chamado Personal Public Service Number (PPS Number). A emissão desse documento depende de uma carta de oferta de emprego.

Esperamos que seu intercâmbio na Irlanda seja um sucesso!

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                   

Sobre Turista Profissional

Esta notícia foi publicada por um ou mais membros da equipe do blog Turista Profissional.