Capa / Países diversos / Intercâmbio com desconto
Todos os guias

Intercâmbio com desconto

Quem não gostaria de fazer um intercâmbio em outro país? Conhecer outras culturas, outros povos, aprender outra língua de forma fácil e duradoura?

E fazer isso com desconto, então, melhor ainda, né? Aqui vamos dar a dica pra vocês de como podemos fazer as duas coisas: um intercâmbio com desconto!

Vivenciar o diferente e contribuir para um mundo mais justo. Essas são algumas das motivações que levam centenas de jovens a experimentar os programas de intercâmbio promovidos pela instituição sem fins lucrativos AFS Intercultura Brasil.

Agora, prestes a completar 60 anos no Brasil e com mais de 14 mil embarques de brasileiros  para o exterior, a ONG internacional está oferecendo mais um incentivo: intercâmbios com até 20% de desconto.

Apelidada de “A Grande Seleção”, a primeira etapa das inscrições vai até meados de maio para todos os candidatos que desejarem fazer seu intercâmbio escolar em 2017. O objetivo da instituição é facilitar o acesso dos jovens aos programas estudantis e, assim, reduzir as preocupações financeiras dos familiares em um período de crise no Brasil.

Como fazer intercâmbio com desconto

Os interessados em participar podem inscrever-se no site do AFS (www.afs.org.br). Após a confirmação, cada inscrito receberá as informações referentes ao processo seletivo, que será realizado nos dias 30 de abril e 1º de maio, em São Paulo, e no dia 7, em Porto Alegre e Fortaleza.

intercâmbio

– Todos os novos interessados em viajar ao exterior terão 10% de desconto nos programas de intercâmbios do AFS. Caso a pessoa já faça parte do plano fidelidade (aluno de escola parceira, família hospedeira ou famílias que já enviaram voluntários) o abatimento do valor será ainda maior, ou seja, 20% do investimento – explica Andreia Laplana, coordenadora de comunicação do AFS Intercultura Brasil. 

A primeira lista de candidatos selecionados será divulgada na primeira semana de junho. O AFS oferece centenas de vagas para estudantes que desejam realizar o intercâmbio em escolas internacionais, com oportunidades em mais de 40 países.

Para cursar o ensino médio é necessário ter de 14 a 18 anos. O tempo de duração do intercâmbio varia de seis meses a um ano. Os candidatos aprovados no processo seletivo, que conta com quatro etapas, embarcarão para os destinos a partir de fevereiro de 2017.

O AFS acredita que o intercâmbio cultural permite aos jovens desenvolver competências capazes de criar uma sociedade mais justa e pacífica. Uma pesquisa realizada recentemente pela QS Global Employer Survey, com mais dez mil recrutadores profissionais, mostra que em qualquer lugar do mundo a educação internacional valoriza a vida profissional.

– Os empregadores enxergam nos ex-intercambistas uma facilidade muito maior para compreender os diferentes contextos e pontos de vista culturais. Morar no exterior permite aos jovens conviverem com as mais diversas equipes, o que traduz um ganho de eficiência para todos – afirma Andreza Martins, diretora nacional do AFS Intercultura Brasil.

Investimento social

Há 60 anos no Brasil, a organização não governamental carrega em sua história alguns diferenciais em relação às empresas responsáveis por programas de intercâmbio ao redor do mundo.

Um desses pontos é a total imersão na experiência intercultural. Diferentemente dos projetos privados de intercâmbios, os estudantes encaminhados pelo AFS ficam hospedados em residências de famílias voluntárias da instituição no exterior, aprimorando ainda mais a língua e a compreensão dos costumes locais.

Além disso, por não objetivar o lucro, todos os custos com os programas de estudo são reinvestidos em avanços sociais, preparando e desenvolvendo as melhores experiências possíveis para os jovens estudantes e os voluntários.

– Todos os custos do AFS são para desenvolver pessoas, sejam eles intercambistas, famílias hospedeiras ou voluntários que dão suporte aos programas. Toda a parte de orientação e apoio, além dos agentes educacionais do AFS, são voluntários apoiados por uma estrutura profissional.  Uma boa parte dos recursos são investidos em recrutar, capacitar e desenvolver aproximadamente 1.000 voluntários no país.  Daí o grande efeito multiplicador do AFS. Para cada intercambista temos pelo menos quatro voluntários envolvidos: conselheiro, presidente do comitê, orientador e treinador – explica a diretora nacional da instituição Andreza Martins.

Leia também:

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é obrigatório para a Europa. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e ache o mais barato e o melhor pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

PLANEJE SUA VIAGEM CONOSCO:

                   

Sobre Turista Profissional

Esta notícia foi publicada por um ou mais membros da equipe do blog Turista Profissional.