24 março 2019
Capa / EUA / Como organizar a viagem de fim de ano aos parques temáticos de Orlando

Como organizar a viagem de fim de ano aos parques temáticos de Orlando

Viajar sem planejamento pode ser a maior roubada. Como é um período procurado pela maioria dos brasileiros, já que dezembro e janeiro, além das festas como Natal e Ano Novo, coincidem também com as férias escolares, deixar para a última hora pode transformar a viagem para Orlando em dor de cabeça e deixá-la mais cara que o esperado. Para que isso não aconteça, é preciso organizar as férias com pelo menos um mês de antecedência e uma certa metodologia.

O primeiro passo, obviamente, é decidir as datas exatas em que o passeio será feito. “Parece básico, mas isso é muito importante para um bom planejamento, pois é preciso lembrar que esses meses são alta temporada em Orlando e há semanas em que os parques ficam mais cheios, como no Natal, por exemplo. Portanto, se há flexibilidade e é um desejo da família ir em dias mais tranquilos, é possível marcar a viagem fora desta semana de festas”, explica Sara Aragão, consultora da Parques e Ingressos, empresa especializada na venda de tickets para parques em Orlando, atrações em Miami, Nova York, Califórnia, nos Estados Unidos, e Londres, na Inglaterra.

Depois, todos na família ou grupo devem ter passaporte válido e visto para entrar nos Estados Unidos. “Vale reforçar que antes de comprar passagens ou ingressos é preciso ter certeza de que o visto foi aprovado, para não correr o risco de perder dinheiro”, lembra Sara. Assim que decidir a viagem, o aconselhado é marcar as datas na Polícia Federal (passaporte) e Consulado Americano (visto), pois o processo pode demorar várias semanas.

disney

Roteiro

Com passaporte e vistos em mãos, é hora de montar o roteiro, a melhor parte do planejamento, mas também a que requer mais atenção, pois há muito o que se fazer em Orlando e, dependendo da quantidade de dias na cidade, algumas coisas precisarão ficar fora dos planos.

O ideal, segundo a consultora Parques e Ingressos, é separar pelo menos um dia para cada parque dos complexos Walt Disney World Resort, Universal Orlando Resort, SeaWorld, que engloba parques como Busch Gardens e Aquatica, Legoland, além de dias para compras e descanso. “Uma boa dica é acrescentar uns 2 ou 3 dias a mais para que a família possa voltar naquele parque que mais gostou”, adianta.

Definido os parques e quantidade de dias que pretende visitar cada um, é hora de adquirir passagens e entradas para os parques. O recomendado é fazer a compra antecipada e online dos tickets para ter maior comodidade e encontrar preços mais competitivos. “A Parques e Ingressos consegue vender ingressos de shows e atrações 40% mais baratos e também descontos em entradas já que temos negociações diretas com os parques de Orlando. Além disso, oferecemos a praticidade do ingresso via e-mail, evitando que o cliente precise enfrentar filas na entrada do parque”, salienta Sara.

Além da compra de passagens e entradas, é ideal colocar no orçamento os gastos com hospedagem, alimentação, compras de artigos dentro dos parques e até gorjetas. “A tabela de gastos ajuda a planejar a quantidade de dólar que se deve comprar para sair do Brasil.”

Últimos preparativos

Com roteiro definido, tickets e passagens aéreas em mãos, é hora de preparar a mala e reunir todos os documentos necessários para a entrada nos Estados Unidos. “Fazer um check-list dos documentos é fundamental para que nada seja esquecido. Tenha passaporte, visto, carteira de motorista, caso a intenção seja alugar um carro, cartão de crédito, extratos de banco e todos os outros que julgar necessário”, comenta a consultora Parques e Ingressos.

Fazer as malas pode até parecer simples, mas é preciso chamar atenção para alguns pontos como checar o limite de bagagem da companhia aérea, itens permitidos em voos internacionais e o clima da cidade. “Lembre-se que é inverno nos Estados Unidos, mas as temperaturas na Flórida ficam amenas. Ainda assim, brasileiros, por estarem acostumados com o clima tropical, podem sentir frio. Então, agasalhos devem entrar na mala.”

Dois dias antes da viagem, por precaução, deve-se fazer um novo check-list e confirmar se tudo está pronto. “Depois, é relaxar e aproveitar toda a magia que uma viagem para Orlando proporciona!’, finaliza Sara.

Para adquirir ingressos para Orlando entre em contato com a Parques e Ingressos, acessando www.parques-e-ingressos.com.br/ . Conheça as novidades dos parques temáticos dos Estados Unidos nas redes sociais: www.facebook.com/ParqueseIngressos, https://twitter.com/ParqueIngressos.

-----------------------------------------------------------------------------------------------------

Se você estiver de viagem marcada, não esqueça jamais de seu Seguro Viagem. Lembre-se que é o seguro viagem para a Europa é obrigatório. Mas, mesmo para os países que não são obrigatórios, como os EUA, nós recomendamos fortemente que você faça, já que o sistema de saúde lá é caríssimo. Então, não embarque sem um ótimo seguro viagem para os Estados Unidos. É aquilo: um seguro é algo que compramos pensando em NÃO usar, né? Mas, se precisar, ele vai te amparar. Nós já utilizamos algumas vezes (em extravio de bagagem e para consultas médicas) e podemos afirmar: é essencial! Faça uma cotação aqui e encontre o seguro viagem mais barato e com o melhor custo x benefício pra você. O link é de uma empresa parceira do blog. Nós recebemos uma porcentagem, mas você não paga nada a mais por isso. Aliás, você paga a menos: leitores do blog têm 5% de desconto! Basta inserir este código promocional na hora de fechar o pagamento: TURISTAPRO5.

Pesquisando hotel?! Então, dê uma olhada no Booking.com! Você não paga nada pela reserva, cancela e altera quando quiser e ainda consegue os melhores preços.

Booking.com

Comparar